O registro do Centro de Formação de Condutores (CFC) deve ter como atividade exclusiva o ensino teórico e/ou prático visando a formação, atualização e reciclagem de candidatos e condutores de veículos automotores.
O CFC para efeito de credenciamento pelo Detran/MG tem a seguinte classificação:


Cada CFC poderá se dedicar ao ensino teórico técnico ou ao ensino prático de direção veicular, ou ainda a ambos, desde que certificado e credenciado para tal.

O registro de CFC no Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG), atualmente, está suspensa aguardando publicação do Decreto do governador. Onde já existem CFCs, o Detran emite apenas a renovação, que deve ser feita anualmente pelo proprietário do centro. Como as cidades mais populosas de Minas Gerais já contam com CFCs, a abertura de novos centros fica restrita a municípios menores. Portanto, o solicitante deve procurar um delegado regional ou de trânsito para cumprir todo o trâmite exigido, incluindo a preparação do ofício que será encaminhado ao Detran/MG com a solicitação.

Cumpridas as exigências iniciais para credenciamento, o interessado será convocado para que, num prazo de até 150 (cento e cinquenta dias), apresente a documentação e as exigências técnicas abaixo relacionadas para a realização da vistoria técnica pelo Detran/MG:
Após realizado os procedimentos será feito a assinatura do termo de credenciamento, com a devida aprovação da vistoria pelo Detran/MG. Será publicado ato de credenciamento e registro do CFC. E o corpo funcional do CFC deverá participar de treinamentos efetivados pelo órgão, para padronizar procedimentos pedagógicos e operar o sistema informatizado, com a devida liberação de acesso mediante termo de uso e responsabilidade.

O Detran/MG mediante solicitação da empresa poderá autorizar ou não a abertura ou a renovação do alvará de funcionamento da empresa solicitante.